Colágeno

colageno

Uma das principais causas do envelhecimento é a perda do colágeno pelo organismo. Os músculos ficam flácidos, a densidade dos ossos diminui, as articulações e os ligamentos perdem elasticidade e força motora. A perda de colágeno ocorre a partir dos 30 anos, quando o corpo passa a perder 1% da proteína ao ano (OLIVEIRA et al., 2010; RODRIGUES, 2009).

O colágeno é a maior classe de proteína fibrosa insolúvel encontrada na matriz extracelular e nos tecidos conectivos. É uma família de proteínas relacionadas, geneticamente diferentes, cuja principal função é estrutural.

Ele desempenha diversas funções no corpo humano, como, manter as células dos tecidos unidas e fortalecidas, responsável também pela cicatrização e/ou regeneração em caso de corte ou cirurgia, auxilia na hidratação do corpo e parece está ligada ao processo do envelhecimento humano. Possui uma alta elasticidade e é considerada a proteína funcional mais importante.

O envelhecimento é um processo natural e inevitável para todos os órgãos do corpo, a pele e o colágeno nela presente é o marcador ideal da idade cronológica (BARONI et al., 2012). Com o tempo o corpo perde gradualmente a capacidade de sintetizar essa proteína e entre as consequências disso está o envelhecimento da pele.

Os tecidos gradualmente passam por mudanças de acordo com a idade, sendo que, na pele, essas alterações são mais facilmente reconhecidas. Atrofia, enrugamento, ptose e lassidão representam os sinais mais aparentes de uma pele senil.

Várias pesquisas têm mostrado a importância do colágeno e seus derivados na manutenção e reconstituição da pele, dos ossos, dos tecidos cartilaginosos e da matriz extracelular (ZIEGLER e SGARBIERI, 2009).

Gostou da matéria? Fique ligadinha que virão muitas outras!

Fontes: Influência do envelhecimento na qualidade da pele de mulheres brancas: o papel do colágeno, da densidade de material elástico e da vascularização. Rev. Bras. Cir. Plást. vol.28 no.1 São Paulo Jan./Mar. 2013. Colágeno: Características químicas e propriedades funcionais – Rev. Inst. Adolfo Lutz (Impr.) vol.71 no.3 São Paulo  2012. BENEFÍCIOS DA INGESTÃO DE COLÁGENO PARA O ORGANISMO HUMANO – REB Volume 8 (2): 190-207, 2015 ISSN 1983-7682

 .